Não me deixem ficar sem o verão


Ah, o verão. Na Holanda, é um verdadeiro marco. Os parques lotados com grupos fazendo churrasco e pessoas de roupa de banho se bronzeando e aproveitando até o último minuto de sol, estranhos puxando conversa em lugares públicos, pessoas fazendo exercícios na rua, (ainda mais) bicicletas nas ciclovias, e muita gente de bom humor. As ruas ficam cheias até tarde, já que o sol só se põe às 22h.


Sendo originária do Brasil, onde o sol dá as graças o ano todo, eu não entendia qual era a euforia dos Holandeses com a melhora do tempo. Na verdade, eu até me sentia aliviada de não estar sempre soando e podendo vestir roupas diferentes de inverno. Mas isso foi até eu passar um ano inteiro aqui e vivenciar todas as estações de uma vez. O outono na Holanda é muito ruim, e o inverno é terrível com seus dias cinzentos e a chuva constante. As pessoas estão mais mal-humoradas, não conseguimos aproveitar a natureza sem ficarmos encharcados e com frio, andar de bicicleta não é nada confortável, e ficamos semanas a fio sem ver um vestígio de sol. Os passeios de final de semana são limitados, e acabamos passando muito tempo em casa. Mas os holandeses já estão acostumados com isso. A chuva não os impede de fazer nada. Eles não conhecem diferente. Já nós, Brasileiros e Portugueses, sofremos na adaptação quando chegamos aqui. Até que aguentamos bem o frio, mas a falta de sol realmente nos afeta.


Então quando o tempo começa a melhorar, nós nos tornamos tão eufóricos quanto os Holandeses! Colocar uma roupa leve, sentir o sol aquecer a pele, bronzear aquelas pernas pálidas...aproveitamos a sensação de “finalmente!”. De repente nos sentimos mais sociais, mais ativos, com vontade de sair e nos mexer. Chega a hora de colocar todos os planos em prática.


Mas o que é que traz essa euforia?

Não é a temperatura em si que eleva nosso humor e nossa energia, mas o que está associado a temperatura.


A vitamina D é um fator muito relevante. A exposição ao sol é o modo como produzimos essa vitamina, que está relacionada a melhora do humor e a diminuição do risco de depressão.


O sol também regula nosso relógio biológico interno. Em países com invernos mais rigorosos, esse relógio não funciona tão bem durante esse período, pois nosso cérebro não recebe o sinal de acordar e assim nos sentimos mais cansados. Quando os dias vão se alongando, nosso cérebro recebe o sinal, e por isso nos sentimos mais ativos. E em geral, as pessoas ficam mais felizes quando os dias são longos.


O calor também torna os exercícios físicos mais atrativos, porque queremos sair e passar o dia fora. Isso ajuda a reduzir a ansiedade e melhorar o humor.


Alguns estudos até mostram que o calor pode atiçar a positividade e criatividade, assim como melhorar algumas funções cognitivas como a memória.


Então se você se pegar triste no inverno, marque uma viagem para um lugar com sol, e quando o verão chegar, aproveite todos os benefícios que ele lhe traz!





Referências:

https://doi.org/10.1037/a0013497

https://doi.org/10.1037/0022-3514.45.3.513

https://www.ur.umich.edu/0405/Oct25_04/31.shtml





13 visualizações0 comentário